Três Lagoas-MS

  Últimas
Centro de Treinamento Time Brasil volta a receber atletas no dia 20
Técnico do time feminino do Santos vence câncer e já mira título
Coxim ativa cinco leitos de UTI e região norte de MS está preparada para enfrentar Covid-19
Coluna – Há um ano Jesus estreava no Maracanã pelo Flamengo
Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas autua mulher de 39 anos por incendiar resíduos de limpeza, perturbando sua vizinhança pela fumaça
Programa Defensoria Explica destaca doação de protetores faciais
Segurança pública ganha reforço de mais de 100 novas viaturas em MS
Vôlei: mercado segue agitado antes do início da temporada 2020/2021
Polícia Militar em Nioaque prende dois homens por Descumprir Medidas Sanitárias Preventivas e Desobediência
Polícia Militar cumpre Mandado de Prisão durante atendimento de ocorrência em Bela Vista
Polícia Militar Ambiental de Cassilândia autua infrator em R$ 10 mil por degradação de nascentes para plantio de pastagem e manter gado na área protegida
Domingo tem Autocine com exibição do filme “O menino da porteira”
Além de Kit Alimentação,  Prefeitura de Três Lagoas entrega Kit Hortifrúti para mais de 11 mil alunos da Rede Municipal de Ensino (REME)
Redução da punição ao Manchester City gera polêmica na Inglaterra
Ponto de Vista discute projeto de lei que combate fake news
Empresas credenciadas ampliarão atendimento e facilitará acesso aos serviços de vistoria em MS
30 anos dedicados em servir e proteger
Além de Kit Alimentação,  Prefeitura de Três Lagoas entrega de Kit Hortifrúti para mais de 11 mil alunos da Rede Municipal de Ensino (REME)
Unidades de Saúde serão pontos de descarte de medicamentos vencidos em Três Lagoas
Segurança em Pauta entrevista o secretário de Justiça de MS, Antonio Carlos Videira
Saúde divulga novo mapa hospitalar de leitos para coronavírus
Suinocultura de MS cresce acima da média nacional com biossegurança e sustentabilidade
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo autua arrendatário em R$ 10 mil para derrubada de 150 árvores em 33,70 hectares para plantio de lavoura
PGE em Ação exibe entrevista sobre atuação das procuradorias estaduais em época de pandemia
Vereadores aprovam LDO e redução do valor de multa por desrespeito a prevenção à Covid
SES realiza 7,3 mil testes de coronavírus por semana em MS, o que representa 43 exames a cada hora
Comando da PMA define estratégias para controle de incêndios no Pantanal
Polícia Militar de Sonora prende jovem por direção perigosa e desobediência
Em Eldorado, Polícia Militar recupera bicicleta furtada
Adaptada em meio a pandemia, Semana de Vela de Ilhabela será virtual
Next
Prev

Brasil

Cartórios registram aumento nas mortes por doenças cardiovasculares

Publicado

Os cartórios de registro civil registraram aumento de 31% no número de mortes por doenças cardiovasculares entre 16 de março, quando os estados começaram a decretar a quarentena por causa da pandemia da covid-19, a 31 de maio, em comparação com o mesmo período de 2019.

Os dados fazem parte do novo módulo do Portal da Transparência, lançado hoje (26), que reúne os óbitos por doenças cardíacas. O módulo foi desenvolvido pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) em parceria com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC).

Porém, o levantamento da SBC mostra que os óbitos por infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC) registraram queda de 14% e 5% respectivamente, no período analisado, o que, na avaliação do presidente da entidade, Marcelo Queiroga, pode estar diretamente relacionado ao aumento do número de mortes em domicílio e à dificuldade do diagnóstico exato.

“A forte correlação positiva entre o aumento de mortes cardiovasculares por causas inespecíficas e domiciliares corrobora essas explicações, pois pode sugerir que pelo menos algumas das mortes por infarto e AVC ocorreram em casa, impedindo o diagnóstico correto”, disse Queiroga.

O presidente da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista, Ricardo Costa, lembra que as doenças cardiovasculares, que são as que mais matam no Brasil e no mundo, continuam acontecendo. “Estamos vivendo situação preocupante. A mortalidade pode estar sendo aumentada pelo não tratamento ou pelo tratamento muito retardado, pela não procura dos indivíduos infartados por um atendimento da maneira adequada”.

Segundo Costa, na segunda quinzena de março, quando as medidas de isolamento social foram implantadas de maneira mais ampla, foi observada uma redução em torno de 50% na realização de procedimentos de emergência como a angioplastia.

“Nas primeiras semanas de abril, observamos uma redução em torno de 70%. A principal hipótese é que pacientes mesmo com sintomas de infarto estavam deixando de procurar atendimento médico de emergência por conta do receio de serem contaminados pelo novo coronavírus”, disse Costa, destacando que muitos pacientes acabavam morrendo em casa ou chegavam com um quadro cardíaco grave no atendimento.

O presidente da SBC alerta para a necessidade de as pessoas buscarem atendimento médico para outras doenças que não apenas a covid-19. “Assim, é necessário realizar campanhas públicas para conscientizar sobre a importância do cuidado cardiovascular, mesmo durante esse período desafiador. É de notar que os efeitos deletérios sobre eventos cardiovasculares podem durar mais que a própria pandemia, pois as prevenções primárias e secundárias estão sendo adiadas nesse contexto”, disse Queiroga.

Por Agência Brasil

Comentários Facebook

Brasil

LBV entregou mais de 454 toneladas de doações a famílias

Publicado

Instituição continua mobilizando donativos para ajudar as populações mais vulneráveis a enfrentar a Covid-19

Com a ajuda do povo brasileiro, a Legião da Boa Vontade, por meio de sua campanha LBV — SOS Calamidades continua socorrendo às populações afetadas pela pandemia do novo coronavírus em todo o Brasil. Além de amparar as famílias em vulnerabilidade social atendidas em suas 82 unidades socioeducacionais no país, a LBV também está auxiliando famílias em risco alimentar amparadas por organizações parceiras, oferecendo a elas cestas de alimentos e kits de material de limpeza e higiene, além de outros itens essenciais à sobrevivência. Essa ajuda tem sido fundamental para que as famílias não passem fome durante esse período de quarentena e possam se prevenir do novo coronavírus.

Você ajuda, a LBV faz!

A LBV já entregou mais de 454 toneladas de doações beneficiando milhares de famílias em 108 cidades do país. A Solidariedade de todos tem sido fundamental nesse momento de desafio coletivo para ajudar as populações mais vulneráveis a enfrentar essa pandemia.

Continue ajudando

A Solidariedade não pode parar. Acesse agora o site www.lbv.org e faça a sua doação. Caso prefira, faça um donativo em nome da Legião da Boa Vontade (CNPJ 33.915.604/0001-17), via conta bancária: Bradesco (Agência: 0292-5 — C/C: 92830-5); Itaú (Agência: 0237 — C/C: 73700-2); Banco do Brasil (Agência: 3344-8 — C/C: 205010-2); Caixa Econômica Federal (Agência: 1231 — operação: 003 — C/C: 100-0); ou Santander (Agência: 0239 — C/C: 13.002754-6).

Acompanhe nas Redes Sociais as ações realizadas pela LBV em prol das famílias:

Vídeo LBV é Ação!: https://www.youtube.com/watch?v=Zv5IrKtKLRQ

Instagram: https://www.instagram.com/lbvbrasil/?hl=pt-br
Facebook: https://pt-br.facebook.com/LBVBrasil/

YouTube: https://www.youtube.com/lbvbrasil

Saiba mais sobre a LBV: www.lbv.org

A LBV agradece a todos que estão colaborando!

Sobre a LBV

A Legião da Boa Vontade é uma instituição filantrópica, sem fins econômicos, de caráter educacional, cultural e de assistência social. Fundada no Brasil, em 1950 (Dia da Confraternização Universal), a LBV possui Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas) e também representação na Organização das Nações Unidas (ONU), no Departamento de Comunicação Global (DCG) e no Conselho Econômico e Social (Ecosoc), neste com o status consultivo geral, onde contribui com recomendações e boas práticas socioeducacionais. A LBV mantém, nas cinco regiões brasileiras, 82 unidades de atendimento sendo abrigos para idosos; Centros Comunitários de Assistência Social; escolas de Educação Básica; e Escola de Capacitação Profissional que atendem crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos, gestantes e famílias em situação de vulnerabilidade social. Com mais de 13,6 milhões de atendimentos e benefícios prestados anualmente, a LBV trabalha permanentemente para melhorar a realidade de milhares de pessoas e famílias em todo o país. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Brasil

Covid-19: Brasil tem 67,9 mil mortes e 1 milhão de curados

Publicado

O Brasil atingiu hoje a marca de um milhão de casos recuperados de covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. De acordo com os dados mais recentes do Ministério da Saúde, divulgados hoje (8), o país acumula 1.713.160 de casos confirmados e 67.964 mortes.

Nas últimas 24 horas, foram adicionadas 1.223 mortes aos registros oficiais. Há ainda 4.105 óbitos em investigação. O painel do órgão também trouxe 44.571 novos casos diagnosticados de ontem (7) para hoje. Estão em acompanhamento no país 624.695 pacientes infectados pelo novo coronavírus.

No balanço de terça-feira, o país contabilizava 66.741 mortes e 1.668.589 casos acumulados de covid-19, desde o início dos registros.

Em entrevista coletiva realizada hoje em Brasília, a equipe do Ministério da Saúde apresentou a evolução da pandemia no país, destacando uma estabilidade na curva do número de mortes e um aumento na curva dos casos confirmados.

Estados

Os estados com mais mortes são São Paulo (16.788), Rio de Janeiro (10.970), Ceará (6.665), Pernambuco (5.323) e Pará (5.169). As unidades da Federação com menos falecimentos pela pandemia são Mato Grosso do Sul (134), Tocantins (233), Roraima (386), Acre (404) e Santa Catarina (432).

Por Agência Brasil

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

BRASILÂNDIA

POLICIAL

Mais Lidas da Semana