TRÊS LAGOAS-MS
  Últimas
Atenção doadores: Neste sábado Hemosul abre em período integral para receber doações
No Dia do Fusca, Detran aponta 21,5 mil registrados em Mato Grosso do Sul     
Controladoria-Geral do Estado participa de oficinas sobre o PPA
Tesouro Nacional classifica MS entre as melhores gestões do País
Goias vence jogo treino no CT
Flamengo treina em período integral nesta quarta-feira (19), no Ninho do Urubu
Castração de cães e gatos machos e outros serviços voltam a partir de segunda-feira (24)
Saúde alerta que cuidados para prevenir a contaminação por Covid-19 e Influenza A são os mesmos
Oportunidade: Funtrab ainda tem vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs
Detran-MS alerta sobre golpes para extrair documentos em nome do CNH Social
Polícia Militar prende homem por receptação em Batayporã
Corinthians vence jogo-treino diante do Audax
Com golaço de Ângelo, Santos FC vence São Caetano por 4 a 3 em jogo-treino no CT Rei Pelé
Covid-19: Pequim aumenta vigilância com alta de casos antes dos Jogos
Palmeiras é eleito o melhor do mundo, título inédito para o país
Fiscalização “De Olho no Coronavírus” volta à ativa e abre ações com panfletagem na área central de Três Lagoas
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande resgata filhotes de maritaca que caíram do ninho
Polícia Militar prende jovem por direção perigosa em Nova Andradina
Polícia Militar conduz para a delegacia três pessoas por violência doméstica no Vale do Ivinhema
Desfile das Escolas de Samba de Campo Grande é adiado para abril
Com golaço de bicicleta Verdão goleia o Oeste e avança as semis da copinha
Tricolor elimina Cruzeiro e agora tem Choque-Rei nas semifinais da Copinha
TV ALEMS estreia Restrospectiva 2021 na programação
Detran/MS alerta: Ainda dá tempo de quitar o seu IPVA com desconto de 15%
SAD divulga inscrições deferidas e indeferidas em processo seletivo da SES/Agepen
Primeira capacitação do ano sobre Lei de Proteção de Dados Pessoais atende servidores da MSGÁS
POLÍCIA MILITAR, ATRAVÉS DA 10ª CIPM, PRENDE HOMEM COM MANDADO DE PRISÃO
Com aumento de casos, 56 das 79 cidades do Estado tiveram novos registros de covid-19
Polícia Militar, em ação conjunta com a PRF, realiza a prisão, em Paranaíba, de um homem de 26 anos que se encontrava foragido do sistema prisional
Polícia Militar prende autor de violação de domicílio em Paranaíba
Next
Prev

Política

Capitão Contar apresenta projeto “Localiza Remédio” para facilitar a vida do cidadão que depende de medicamentos disponibilizados pelo SUS

Publicado

A falta de medicamentos que são disponibilizados, gratuitamente, pelo SUS na rede de saúde pública de Mato Grosso do Sul está, sem dúvidas, no topo das reclamações da população, em especial, dos que utilizam medicação contínua para sobreviver. Diariamente, vemos em manchetes do jornal, esse problema crescer cada vez mais, evidenciando que ainda é preciso que o atendimento de saúde pública evolua muito para chegar a um nível aceitável de qualidade.

Com a pandemia, o problema se agravou e atingiu patamares ainda maiores, fazendo com que cenas de pessoas vivendo uma verdadeira peregrinação atrás desses medicamentos seja algo comum de se ver. Enquanto tanto se fala em humanizar o atendimento na saúde, somos testemunhas da falta de respeito institucionalizada, que fere também a dignidade das pessoas, que precisam implorar para receber algo que é de direito delas. Sensível a esse problema, o deputado Capitão Contar apresentou o Projeto de Lei 389/2021, “Localiza Remédio”, para resolver a questão.

A ideia é implementar medidas para viabilizar a divulgação do estoque de medicamentos disponível para distribuição gratuita no Mato Grosso do Sul, através de informações, que serão publicadas diariamente nos sites oficiais e no aplicativo MS Digital, contendo as seguintes informações: disponibilidade (por local de distribuição), dados do processo licitatório para aquisição do medicamento, dados do contrato que rege seu fornecimento, data da última remessa de medicamentos entregues no local da distribuição, os medicamentos em falta, o motivo da falta e a provável data de disponibilização.

A proposta prevê ainda, afixação de placas nas dependências das unidades de saúde com instruções de como acessar as listas de estoque de medicação, através dos sites oficiais. Essas placas devem ser instaladas em locais de maior acesso da população, com letras em tamanho que facilite a visualização nítida, leitura e compreensão.

“Não são raras às vezes que pacientes procuram a medicação que necessitam e voltam para suas casas “de mãos vazias”, por decorrência da indisponibilidade do mesmo. Não é justo que o paciente perca seu tempo, falte ao trabalho, deixe dependentes sozinhos e gaste dinheiro deslocando-se até as unidades de saúde, aguardando em longas e demoradas filas, e só então receber a resposta que o medicamento está em falta”, explica Contar.

O deputado reforça ainda que, a aprovação do projeto permitirá que o cidadão sul-mato-grossense acompanhe com maior clareza e exatidão as ações governamentais relacionadas como estoque e distribuição gratuita de medicamentos. “As medidas facilitam a vida do cidadão, ampliam a transparência pública, além de trazer eficiência nesse serviço essencial para todos”, finaliza.

Propostas semelhantes já são realidade na cidade de Suzano (SP), através do aplicativo “aqui tem remédio” (Lei n. 5207/2019). No Estado de Minas Gerais, através do “MG app”, no Ceará, através do aplicativo “mais saúde” (Lei n. 3548/2021) no município de Mandaguari (RJ), em Mato Grosso (Lei n. 11358/2021), Santa Catarina (Lei n. 17890/2020), Rio Grande do Sul (Lei n. 15400/2019), no Piauí (lei n. 7.291/2019), Goiás (Lei n. 20614/2019), entre outros

Comentários Facebook

Política

Capitão Contar apresenta projeto de lei que impede concessão de benefícios ou isenção fiscal para empresas condenadas por atos de corrupção

Publicado

O Deputado Estadual Capitão Contar apresentou mais um Projeto de Lei voltado à transparência e ampliação do controle e fiscalização na utilização de recursos públicos. O PL 384/2021, estabelece que não sejam concedidos benefícios ou incentivos fiscais às empresas condenadas por corrupção de qualquer espécie, ato de improbidade administrativa ou ato lesivo à administração pública, praticados em qualquer nível dos entes públicos em Mato Grosso do Sul.

Considerando dados do relatório elaborado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 2018, cerca de 40% das renúncias previstas de receita daquele ano, não contavam com qualquer fiscalização, enquanto 85% não tinham prazo de validade para acabar (TC-023.148/2018-7).

O levantamento demonstra que é preciso que a prática de concessão de incentivos fiscais envolvendo renúncias de tributos e benefícios necessita de especial atenção, principalmente, no que tange à transparência e efetividade nas contrapartidas sociais.

“A ampliação da transparência e dos mecanismos de fiscalização, além do combate à corrupção, são bandeiras do meu mandato. A proposta que impede que empresas condenadas por corrupção sejam contempladas com benefícios fiscais ou isenções fiscais, também impossibilita novos danos ao poder público, desestimulando a prática de ilícitos. Precisamos lembrar que a idoneidade deve ser a primeira exigência ao contratar ou receber qualquer benefício do Poder Público”, defende Capitão Contar.

Situação de destaque ocorreu em nosso Estado, quando a empresa JBS, por intermédio de delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, acusou o atual governo, assim como o de seus antecessores, de conceder incentivos fiscais em troca de propina. A proposta em questão visa justamente desestimular esse tipo de prática e proporciona a valorização cada vez maior dos Programas de Integridade nas contratações públicas, um tema que também é foco do PL 039/2021, apresentado pelo parlamentar em março de 2021 e ainda aguarda parecer da CCJR para ser votado.

O PL apresentado, determina que empresas que sejam beneficiadas por benefícios ou isenções fiscais apresentem os seguintes documentos certidões negativas cíveis e criminais da Justiça Estadual e da Justiça Federal, declaração do requerente de que não se enquadra nas vedações do artigo 1º, adoção de Programa de Integridade, entre outros requisitos. A iniciativa também valoriza e dá prioridade para empresas que são corretas e zelam pelas contas públicas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Capitão Contar pede que Energisa considere aumentar prazo para regularização de débitos

Publicado

Após receber inúmeras reclamações da população quanto ao envio imediato de débitos referentes às contas de energia encaminhadas para protesto pela Energisa-MS, o Deputado Capitão Contar apresentou uma indicação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, solicitando que a concessionária de energia, estude a possibilidade de suspender tal procedimento ou conceda maior  prazo para pagamento das faturas vencidas.

Na justificativa, o parlamentar pede a sensibilidade da Energisa nesse momento de crise econômica, reflexo da pandemia por Covid-19, que a população está vivendo. Além da dificuldade de honrar com o pagamento em dia das contas, com o envio das dívidas para protesto, os consumidores se deparam com taxas altíssimas nos cartórios, que chegam muitas vezes a ser maiores que o valor devido pelo consumo.

“Nos sensibilizamos com a população sendo penalizada em um momento tão difícil, de recuperação econômica. O cidadão quer pagar suas contas, mas enviar, imediatamente, a dívida para o protesto vai dificultar o orçamento da família, prejudicando ainda mais a situação. Por isso pedimos à Energisa que seja sensível ao momento em que vivemos e conceda mais tempo para as pessoas pagarem as dívidas”, pede Contar.

Comentários Facebook
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

CÂMARA DE TRÊS LAGOAS

Assembléia Legislativa MS

Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 15:21

Atenção doadores: Neste sábado Hemosul abre em período integral para receber doações

http://www.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/150/2022/01/20.01.22-HEMOSUL-SABADO-PORTAL.mp3 Com baixos estoques das tipagens sanguíneas O+, O-, A- e B-, o Hemosul Coordenador abrirá nesta próximo sábado, dia...

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 15:21

No Dia do Fusca, Detran aponta 21,5 mil registrados em Mato Grosso do Sul     

Levantamento feito pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) neste dia 20 de janeiro, data em...

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 15:21

Controladoria-Geral do Estado participa de oficinas sobre o PPA

No ano passado foram realizadas diversas reuniões dos integrantes do Grupo de Trabalho Multidisciplinar e Interinstitucional (GTMI) que propõe normas...

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 15:21

Tesouro Nacional classifica MS entre as melhores gestões do País

Ajustes, equilíbrio financeiro e solidez fiscal permitiram ao Estado recuperar capacidade plena de pagamento e investimentos Mato Grosso do Sul...

Mato Grosso do Sul20 de janeiro de 2022, 13:51

Oportunidade: Funtrab ainda tem vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs

http://www.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/150/2022/01/20.01.22-VAGAS-FUNTRAB-PORTAL.mp3 Trabalhadores indígenas, interessados em trabalhar na colheita de maçã, nos estados do de Santa Catarina (SC) e Rio Grande...

POLICIAL

Mais Lidas da Semana